Investigação Clínica

“Temos defendido que os médicos devem ter uma parte do tempo do seu trabalho dedicado à investigação clínica (…) defendemos, à semelhança do que acontece em outros países, que o tempo dedicado à investigação seja de, pelo menos, 15% do tempo normal de trabalho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.